02 a 05 de setembro de 2018
Centro de Convenções de PE

Doenças Transmissíveis: predição e desafios para o enfrentamento de novas e velhas epidemias





Acesse a programação




WORKSHOP ENTOMOL 7-SOVE BRAZIL

As doenças humanas transmitidas por insetos hematófagos representam um sério problema de saúde pública no Brasil, onde acometem milhares de pessoas a cada ano. Até recentemente, o foco dos programas de controle das doenças transmitidas por insetos era voltado para o desenvolvimento de métodos terapêuticos e de diagnóstico que, de uma forma geral, não impediram a expansão das áreas endêmicas nos últimos anos. Neste contexto, tem-se observado um interesse crescente dos órgãos de vigilância sanitária no delineamento de estratégias de controle baseadas no combate aos insetos transmissores. No entanto, para que estes métodos alcancem o nível de eficácia desejado, é imprescindível que se disponha de um profundo conhecimento da biologia destes organismos, assim como dos delicados mecanismos de interação com os agentes etiológicos que eles transmitem.

A utilização de ferramentas de biologia molecular no estudo de insetos vetores vem sendo cada vez mais difundida entre pesquisadores de todo o mundo, implicando o surgimento de alternativas de controle cada vez mais específicas e eficazes. Apesar da notável expansão deste campo no Brasil, considera-se que o número de pesquisadores devidamente capacitados para a condução destes trabalhos ainda é restrito, determinando a necessidade da formação e capacitação de recursos humanos nas áreas que permeiam a Entomologia Molecular. Neste sentido, com o objetivo de contribuir no processo de aperfeiçoamento profissional dos grupos de pesquisa atuantes nesta área do conhecimento no Brasil, será realizado o VII Workshop de Genética e Biologia Molecular de Insetos Vetores de Doenças Tropicais, ENTOMOL 7-SOVE BRAZIL , com o apoio e parceria da Society for Vector Ecology, USA.

O evento propõe-se contribuir para a atualização e troca de experiências dos pesquisadores que atuam nas áreas relacionadas ao tema central do evento, contribuindo para o fortalecimento e a integração dos grupos de pesquisa envolvidos com esta temática no Brasil e para o desenvolvimento e inovação tecnológica neste campo do conhecimento, com relação direta com políticas públicas de indução desenvolvidas pelos Ministérios da Saúde e da Ciência e Tecnologia, em associação com os diversos programas de vigilância e controle de doenças transmitidas por vetores do Ministério da Saúde.

A Comissão Organizadora.